As principais diferenças entre o Samsung Galaxy S8 e o Galaxy S7

Lançado no dia 29 de março de 2017, o Samsung Galaxy S8 é um dos celulares mais modernos apresentado pela empresa sul-coreana. A nova geração da linha Galaxy vai concorrer com outros celulares de peso dentro do mercado, entre eles estão o LG G6 e o iphone7. Comparado ao seu modelo anterior, o Galaxy S7, ele apresenta muitas mudanças, tanto na parte externa, como em suas funções técnicas. Com base nisso, iremos analisar as principais diferenças entre as duas gerações:

Tela e Design

O Galaxy S7 apresenta uma tela de 5.1 polegadas, já o S8 mudou seu tamanho, atingindo 5.8 polegadas. Além do tamanho, a resolução também passou por mudanças consideráveis: enquanto o S7 tem um display Quad HD (2560 x 1440 pixels), o S8 inova ao trazer o Quad HD+ (2960 x 1440 pixels), também suportando a tecnologia HDR, responsável por deixar a tela do celular com cores mais intensas e com melhores níveis de contraste e brilho. É uma tecnologia nova nos smartphones, disponível apenas em algumas televisões. O tamanho de tela fez com que a Samsung optasse por uma mudança importante no novo modelo: tirando o botão Home, marca registrada dos celulares anteriores e inserindo teclas virtuais no lugar, responsáveis por emitirem vibrações ao serem tocadas.

Câmera

Na câmera de trás pouca coisa mudou em relação ao S7, tendo a mesma qualidade de 12 megapixels e fornecendo um software para evitar que as fotos fiquem tremidas. Porém, na câmera frontal, tivemos algumas configurações significantes. Enquanto a versão anterior oferecia uma qualidade de 5 megapixels, a nova geração avança nesse quesito, oferecendo 8 megapixels. Além do aumento de qualidade, ele também ganhou uma função de autofoco, evitando borrões e deixando as fotos em ambientes escuros com uma boa qualidade.

Memória

O Galaxy S8 tem um sistema de armazenamento muito superior ao S7. Ele oferece uma memória interna de 64 GB, lutando contra os 33 GB da geração anterior. Além disso, ele também traz um novo sistema de armazenamento, denominado UFS 2.1, responsável por gravar os arquivos de forma mais veloz e prática. A única coisa que continua igual ao S7, é a entrada para o cartão microSD, mantendo o limite de 256 GB.

Processador

Mesmo continuando com os 4GB de memória RAM do S7, a grande mudança está em seu novo processador, prometendo entregar mais velocidade no rendimento do aparelho. Mas no Brasil, provavelmente, o celular não será comercializado com o mesmo processador dos Estados Unidos.  Enquanto lá, o processador será o chipset Snapdragon 835, aqui teremos o Exynos 8895. Porém, ambas as versões são superiores e aumentam o rendimento em comparação ao S7.

Android

A última atualização no sistema operacional do S7 foi o Android 6.0 Marshmallow. Mas o S8 chega às lojas com uma nova atualização, o Android 7.0 Nougat, ganhando funções que visam reduzir o gasto excessivo de bateria e oferecendo um novo menu de configurações, mais ágil e prático. Ele também apresenta uma nova função de dividir dois aplicativos em uma mesma tela e um plano para economizar seus dados do pacote diário da internet móvel, habilitando um plano de economia de dados, onde será delimitado as conexões em segundo plano.

Seu desempenho também é muito superior, trazendo um melhor processamento gráfico em jogos e aplicativos pesados, uma diminuição no consumo da memória de apps que ficam em segundo plano e um compilador 75% mais rápido na hora de fazer as instalações.

Um dos principais destaques dessa nova versão do Android é a assistente Bixby, um sistema programado para executar tarefas apenas com os comandos de voz. Com isso, é possível mexer no celular sem utilizar as mãos, sendo possível enviar mensagens, checar o e-mail, abrir um app, entre outras tarefas, apenas falando com o celular. Porém, nesse início, a inteligência artificial está disponível apenas em dois idiomas: inglês e coreano.

Tendo tudo isso em vista, é notável que a nova geração da linha Galaxy promete inovar ainda mais em suas funcionalidades, aumentando a praticidade e satisfação de seus clientes. Como o lançamento acabou de acontecer, ainda é cedo para verificar a percepção do público em relação ao novo aparelho e suas comparações com o S7. Mas é nítido que muitas mudanças foram feitas com o objetivo de ser um sucesso de vendas. Em relação aos valores, nos Estados Unidos, ele chega custando US$ 720 ( cerca de R$ 2.240), preço muito parecido ao do Galaxy S7 em seu lançamento. Já no Brasil, é fato que ele chegará muito mais caro que o S7, que atualmente é encontrado por valores próximos de R$2000,00.